O Jornal A semana noticia, em 27-03-2012, que “Os funcionários da Câmara Municipal do Porto Novo estão preocupados e com “os nervos à flor da pele” porque estão “impedidos” de certificar os modelos 111 e 112 na Repartição de Finanças do concelho porque a autarquia não deu entrada dos valores retidos na fonte do Imposto Único sobre os Rendimentos (IUR) descontados desde 2006.”

Leia o artigo na íntegra em http://www.asemana.publ.cv/spip.php?article74370&ak=1

Anúncios