A nova proposta de lei sobre taxa ecológica foi aprovada hoje, na generalidade, pelo parlamento de Cabo Verde . Porém, ainda não conhecemos o proposta de lei pelo que prometemos trazê-lo ao conhecimento dos nossos leitores logo que possível.

De referir que a nova proposta de lei sobre a taxa ecológica não teve consensos dos partidos representados no parlamento, tanto é que só o grupo parlamentar do PAICV votou favoravelmente.

A UCID justifica exemplificando que “um simples tambor de 13 quilos, que transporta, por exemplo, o óleo para a Electra, se paga 650 escudos.” O mesmo partido disse ainda, através do seu líder Monteiro, que “Vamos pagar pelos bidões enviados pelos nossos emigrantes, para ajudarem as suas famílias em Cabo Verde, valores superiores a 650 escudos”, exemplificou António Monteiro, para quem a proposta de lei “não traz nada de útil ao ambiente”.

Já o líder do grupo parlamentar do MpD acha que “trata-se de uma lei injusta e que retira recursos dos municípios para dar às associações.”

Para mais detalhes leia a notícia na íntegra no sapo.cv

Anúncios